Alta Cilindrada Moto Revista

A História da Yamaha Motors

A história da Yamaha é muito diferente e única, ela teve início em 1887 quando Torakusu Yamaha, que consertava e afinava órgãos avariados numa escola primária, teve a ideia de construir ele mesmo seus próprios órgãos. Após superar grandes dificuldades e teve sucesso na produção do primeiro órgão de bambu feito no Japão.

Foi então que ele resolveu formar a Yamaha Reed Organ Manufacturing Company no ano seguinte.

Em 1892 a empresa já exportava seus primeiros 78 órgãos para outros países da Ásia. No dia 12 de outubro de 1897, ele fundou oficialmente a Nippon Gakki Co. Limited (literalmente “Japan Musical Instrument Manufacturing Co.”) em Hamamatsu no Japão, responsável pela idealização do primeiro piano japonês. O desenvolvimento da arte de criar instrumentos musicais veio como uma consequência natural.

No início do novo século, a empresa produziu seu primeiro piano de tamanho grande. Pouco depois, em 1904, o piano e o órgão YAMAHA receberam o grande prêmio na Feira Mundial de St. Louis, ganhando assim reconhecimento mundial. Nas décadas seguintes a YAMAHA diversificou sua linha de produtos com os lançamentos de novos tipos de instrumentos musicais como harpas, guitarras e violões, além de inaugurar, em 1930, um laboratório acústico de pesquisa e um centro de desenvolvimentos de novos produtos.

A história da empresa começaria a mudar depois da Segunda Guerra Mundial, quando o presidente da YAMAHA Genichi Kawakami, resolveu utilizar as máquinas que fabricavam peças de aviões durante a guerra e o conhecimento em tecnologias metalúrgicas para a fabricação de motocicletas em série.

Ya-1 Primeira Moto da Yamaha

A primeira motocicleta da empresa foi a YA-1 (conhecida pelos entusiastas japoneses como Akatombo, a “libélula vermelha”, devido as suas formas simples e uma moderna cor marrom avermelhada), da qual foram construídas 125 unidades no primeiro ano de produção, em 1954. Foi então que no mês de junho de 1955 ocorreu a fundação da YAMAHA MOTORS CORPORATION.

Rapidamente o modelo YA-1, uma motocicleta de 125cc, cilíndrico único e motor dois tempos, estabeleceu a reputação da empresa em fabricar motos duráveis e de ótima qualidade.

Essa reputação aumentou com a entrada da empresa nas competições de motociclismo, que tinha como objetivo mostrar claramente a superioridade do produto e aumentar o reconhecimento da marca.

Este modelo permaneceu em produção até 1956, e sua mais célebre conquista foi o primeiro lugar conquistado na corrida da subida do Monte Fuji no ano anterior. Porém a primeira motocicleta totalmente desenvolvida e projetada pela YAMAHA só foi produzida em 1957, batizada com o nome de YDI, e lançada em versão de competição.

A produção de motocicletas nessa época era ainda modesta, apenas 15.811 unidades, número bem inferior aos das concorrentes Suzuki e Honda.

No ano de 1958 as motocicletas YAMAHA começaram a serem vendidas nos Estados Unidos através de um distribuidor autorizado. No ano seguinte a YAMAHA lançou no mercado sua primeira motocicleta esportiva sendo a primeira montadora japonesa a realizar esse feito.

Em 1964 as exportações já chegavam a 87 mil unidades. No ano seguinte a produção atingiu 244 mil unidades, sendo 50% destinada para exportação.

A primeira fábrica da YAMAHA no exterior foi inaugurada em Siam no ano de 1966 para atender o sudeste asiático. No ano seguinte a produção de motocicletas da YAMAHA ultrapassou a da Suzuki.

Em 1968 a empresa ingressou no segmento On/Off Road, motocicleta de uso misto, que proporcionava excelente comportamento tanto para uso no asfalto, quanto na terra ou terrenos irregulares. No final desta década, em 1969, a empresa construiu seu próprio circuito perto de sua fábrica na cidade de Iwata com o objetivo de poder desenvolver e testar mais profundamente novos modelos e tecnologias. Isto era o resultado do enorme sucesso da YAMAHA nas competições de motociclismo mais importantes do mundo, onde conquistou inúmeros títulos mundiais em todas as categorias.

Em 1970 a empresa, que já era uma das maiores montadoras de motocicletas no mundo, oferecendo aos consumidores aproximadamente 20 modelos de motos, que iam desde 50cc à 350cc.

Em outubro de 1987, no seu 100º aniversário, o nome da empresa foi mudado para Yamaha Corporation, e dois anos depois, fabricou o primeiro gravador de CD do mundo.

Nas décadas seguintes a YAMAHA lançou no mercado inúmeros novos modelos de motocicletas, conquistou títulos e competições esportivas e se transformou em uma das mais importantes empresas do Japão no mundo. Para coroar seu enorme sucesso, em 2008 a YAMAHA conquistou a tríplice coroa do Mundial de Motociclismo ao sagra-se campeão por montadora, equipe e piloto.

SUCESSO NAS PISTAS

A YAMAHA tem uma longa herança e tradição em corridas de motociclismo, onde teve a sua equipe vencedora com diversas

História da Yamaha Motors

máquinas, e em diversas categorias, desde motocross até competições de pistas. A montadora japonesa também teve grande sucesso com pilotos como Bob Hannah, Kenny Roberts, Chade Reed, Jeremy McGrath, Stefan Merriman, Wayne Rainey e, mais recentemente, Valentino Rossi e James Stewart.

A YAMAHA ficou conhecida como a desenvolvedora da motocicleta de motocross moderna, pois foi a primeira empresa a construir em série uma motocicleta mono-choque para cross (modelos de 250 cc e 400 cc em 1975, e um modelo de 125 cc em 1976) e uma das primeiras a ter em sua linha uma motocicleta de cross refrigerada a água (em 1981).

A MARCA NO BRASIL

A YAMAHA se instalou no Brasil em 1970 para iniciar a importação e distribuição de motocicletas, motores de popa, peças genuínas e prestação de assistência técnica através de Rede de Concessionárias Autorizadas. Não foi só a cultura oriental que os japoneses trouxeram para o Brasil. Nessa época chegaram as primeiras motocicletas de média cilindrada e as famosas 650 quatro tempos. Em 1973 a empresa começou a comercializar seus famosos instrumentos musicais no país.

Já em 1974 é produzida, em uma fábrica recém-inaugurada em Guarulhos (São Paulo), a RD 50, logo afetuosamente chamada de “cinquentinha”, a primeira motocicleta nacional. Em seguida apresentou os modelos RD75 e RD125, proporcionando ao consumidor uma ascensão gradativa do modelo de 50 cc.

Em 1978, novamente o pioneirismo da empresa se faz presente com o lançamento do modelo TT 125, instituindo assim, o segmento de motocicletas on/off-road no mercado das motocicletas nacionais.

Em 1980 a Yamaha lançou a motocicleta nacional de menor cilindrada do Brasil, a RX 80. Derivada da primeira moto nacionalizada, a RD 50, manteve os mesmos 73 cc da RD 75, porém recebeu componentes semelhantes, na parte inferior do motor, aos usados em toda linha RX. Ainda nos anos 80, foi lançada também, com estilo Custom, a RX 180. Ela foi a motocicleta maior e mais potente produzida pela Yamaha no Brasil entre 1980 e 1985, quando teve sua produção encerrada. Outra motocicleta que fez sucesso entre os anos de 1981 e 1995 foi a DT 180. Com motor de dois tempos, o modelo fez história por trilhas do Brasil. Principalmente, por ter baixo custo de manutenção, mecânica muito simples, ser leve e baixa.

Em 1985, a YAMAHA consolida ainda mais suas raízes no Brasil, inaugurando, na Zona Franca de Manaus, a Yamaha Motor da Amazônia, sua segunda fábrica.

Desde o estabelecimento da Fundação Musical Yamaha, em 1966, foi criado um amplo leque de atividades musicais no âmbito social, incluindo as escolas de música Yamaha e o Concerto Júnior Original. A importante idéia de promover e ajudar à educação musical e á sua popularização no mundo é um dos elementos mais significativos que distingue a YAMAHA da sua concorrência.






Siga o Alta Cilindrada no youtube
Siga-nos no Google News / Google Notícias

Comentários

Adblock detectado

Nosso conteúdo é 100% gratuito, portanto para que seja sempre assim, pedimos a gentileza de desativar o seu bloqueador de anúncios. Obrigado!